Vestidos para quem?

Escolher uma, duas, três peças de roupa. Separar aquelas para sair, aquelas para ficar em casa. Parece rotineiro, mas em quem estamos pensando quando realizamos esse ritual? E mais: como isso foi afetado pela pandemia?

Aroupa é uma das materialidades mais íntimas da nossa vida. Passamos boa parte da nossa existência cobertos por elas. É nesse ato que a moda se constitui como linguagem e comunicação. Vestir é um verbo que vai além do seu significado no dicionário. Quando escolhemos com o que vamos cobrir nossos corpos, também decidimos como e o que vamos falar sem precisar dizer nada. Esse exercício, contudo, é um tanto mais complexo do que parece. Envolve várias camadas e algumas perguntas. Uma delas é: para quem nos vestimos?

Gostou desta matéria? Tenha acesso ao conteúdo completo

Este conteúdo faz parte da Chaprié Collection, ou seja, toda a página da Collection é 100% exclusiva para nossos magníficos assinantes da revista. A assinatura custa apenas R$9,90/m. Assine agora mesmo para ter acesso ou faça login na sua conta!

Compartilhe nas Redes!

Outras matérias!

Chaprié Collection

Críticas poderosas, cinema, documentários exclusivos & moda. Artigos com a melhor qualidade e melhores recomendações. Assinatura de luxo Chaprié Collection. Tenha acesso a matérias e coleções únicas. Peças escolhidas a dedo pelos melhores profissionais.

Exclusividade e luxo na Chaprié Collection