Tesla demite funcionários que começaram há pouco tempo e retira ofertas de emprego

Funcionários relatam ter sido demitidos depois de semanas de trabalho, e sem terem passado por nenhuma avaliação de desempenho; contratações que já estavam certas foram canceladas

Funcionários relatam ter sido demitidos depois de semanas de trabalho, e sem terem passado por nenhuma avaliação de desempenho; contratações que já estavam certas foram canceladas

No início do mês, Elon Musk havia anunciado que iria cortar 10% dos trabalhadores da Tesla até setembro. Agora, suas declarações começam a virar realidade. Segundo informações do Business Insider, profissionais que começaram na empresa há apenas alguns meses ou semanas foram demitidos, enquanto outros tiveram as ofertas de emprego retiradas.

“Fiquei muito chocado quando me disseram que estava sendo demitido. Como gerente, tive a impressão de que minha posição era segura”, disse ao portal um funcionário sênior que havia sido admitido no início deste ano.

Questionado sobre como a Tesla decidiu quais funções cortar, ele respondeu. “Eles disseram que as demissões foram baseadas em avaliações de desempenho, mas isso não é verdade, na minha opinião. Eu estava na Tesla há apenas alguns meses e ainda não tinha metas de desempenho definidas ou uma avaliação consolidada. Perguntei quais métricas eles usavam e eles se recusaram a me dizer”.

Outro funcionário demitido, Iain Abshier, que fazia parte da equipe de recrutamento da montadora de carros elétricos, postou o seguinte no LinkedIn: “Droga, isso foi um soco no estômago. Na tarde de sexta-feira, fui incluído nas demissões da Tesla, depois de apenas duas semanas de trabalho”.

Já Robert Belovodskij teve sua oferta de trabalho como engenheiro de desenvolvimento de controles de fabricação rescindida. Ela começaria no cargo em agosto.

O Business Insider destacou ainda que dois ex-funcionários, John Lynch e Daxton Hartsfield, estão processando a empresa, alegando que ela violou a lei federal ao demitir centenas de pessoas em um curto prazo.

De acordo com eles, pelo menos 500 de seus colegas de trabalho no estado de Nevada, nos Estados Unidos, perderam os empregos na mesma época.

© Informações do Business Insider

Marcelo Pinheiro
Marcelo Pinheiro
Escritor; entretenimento, moda, tecnologia e crítica. Redator e fundador da Revista Chaprié

Outras Matérias

Suíça proíbe importações de ouro da Rússia

O governo suíço proibiu, nesta quarta-feira, a importação de ouro vindo da Rússia. A Suíça, segundo maior importador de ouro do mundo, o principal exportador...

Conteúdos da Discovery começam a entrar na HBO Max nos EUA

Desde o surpreendente cancelamento de Batgirl, se espalhou pelas redes sociais a especulação de que a HBO Max e a Discovery+, streamings da Warner Bros. Discovery, estariam prestes a serem unificadas. E, enquanto...

Menos acidentes e mais segurança!Como o Curso de Direção Defensiva vem influenciando nisso?

Podemos destacar que o Curso de Direção Defensiva está cada vez mais em alta. Pois, a responsabilidade e a conscientização dentro do trânsito devem ser...

Rihanna se torna a bilionária mais jovem da América (e destitui Kim Kardashian)

A artista e empresária sobe para a 21ª posição depois de acumular mais de US$ 1,4 bilhão em patrimônio líquido em ganhos com sua carreira...

WordPress 6.0 Beta – Feedback (only developers)

O roteiro de desenvolvimento do Wordpress 6.1 está completamente fraco assim como foram as versões 5.8, 5.9 e 6.0 As grades melhorias de fato mais úteis,...

Como excluir vários posts do Instagram de uma só vez

O Instagram acaba de liberar de forma gradual um conjunto de recursos. As novidades prometem auxiliar os usuários da rede social no gerenciamento dos seus perfis. Agora...

Premium

A assinatura da Chaprié Premium garante-lhe acesso ilimitado a todos os conteúdos da revista. Além disso, pode ainda ler sem limites em todos os seus dispositivos e estar 100% livre de propagandas.

Newsletter

Recentes