Pedro Scooby leva mulher para bar da família e é recebido com churrasquinho na rua: ‘Minha casa’

Surfista, que nasceu e foi criado em bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro, causou frisson entre clientes do estabelecimento do irmão

Surfista, que nasceu e foi criado em bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro, causou frisson entre clientes do estabelecimento do irmão

De volta ao Rio de Janeiro após uma breve passagem por Portugal, onde moram seus filhos Dom, de 10 anos, e os gêmeos Liz e Bem, de 6 — frutos do antigo relacionamento com a atriz Luana Piovani —, o surfista e ex-BBB Pedro Scooby causou frisson, na noite da última quarta-feira (10), ao levar a mulher, a modelo Cíntia Dicker, ao Bar do Chefe, em Curicica, bairro na Zona Oeste do Rio onde ele nasceu e foi criado.

O estabelecimento gerido pelo irmão de Scooby sempre foi uma espécie de QG do surfista. O lugar, aliás, é um dos endereços preferidos do pequeno Dom, como o próprio já falou, num vídeo publicado nas redes sociais (veja abaixo).

Num post no Instagram, Scooby aparece ao lado de Cíntia Dicker e do irmão João Vitor Vianna. Uma foto do avô de ambos está estampada, em tamanho gigante, numa das paredes do local. “Minha casa”, ele escreveu no vídeo publicado nos Stories da plataforma. Nas mesas, os clientes vibram com a presença do surfista e ex-BBB, que foi recebido com churrasquinho na rua.

‘Vida difícil’: pai e irmão presos

Nascido em Curicica, Scooby foi criado apenas pela mãe, Gracinda Mota, após o pai ser preso quando ele era adolescente. Na época, ele passou a sustentar a casa com o dinheiro do surfe.

“Tive uma vida difícil, meu pai foi preso quando eu ainda era moleque e, de repente, me vi como o homem da casa. Eu tinha tudo para dar errado. Já perdi muito amigo assassinado, mas o surfe salvou minha vida e passei a sustentar minha família”, afirmou ele, em entrevista à revista “GQ”.

A mãe do atleta hoje vende comidas congeladas no bairro onde ele nasceu. Já o irmão, que é dois anos mais novo, foi preso em 2015 acusado de tentar subornar policiais que faziam uma ação em um bar na Zona Norte para apreender máquinas caça-níques. Na ocasião, João Vitor produzia um evento no local.

“Meu irmão foi meio que o antagonista da minha vida. Não quero fazer nada de errado. Eu o amo como eu amo meus filhos”, comentou o atleta em conversa com Linn da Quebrada em sua passagem pelo “BBB 22”.

Pedro Scooby fala sobre os novos planos, paternidade, maconha e ficar meses sem sexo

Compartilhe nas Redes!

Chaprié Premium

Nossa revista digital com conteúdo exclusivo e edições temáticas, pensada especialmente para você e o universo digital. Você não precisa sair do site ou baixar qualquer app, é só fazer login deslumbrar-se de todo conteúdo feito com exclusividade!

Seja único. Seja Exclusivo. Seja Chaprié.

Exclusividade e luxo na Chaprié Premium

Outras matérias!