Peaky Blinders: 5 fatos históricos precisamente retratados na série

Peaky Blinders é uma das séries de maior sucesso da Netflix, e retrata a Inglaterra pós-Primeira Guerra Mundial.

A série estrelada por Cillian Murphy (Tommy Shelby) acompanha uma gangue pelas ruas da cidade de Birmingham. Essa gangue, liderada pela família Shelby, se intitula os Peaky Blinders.

Peaky Blinders conta realmente alguns fatos históricos que aconteceram em meados de 1919, como, por exemplo, a existência da gangue que carrega o mesmo nome da série. Esses fatos, contados de forma artística, fazem com que o público se aproxime ainda mais dos acontecimentos, mostrando de forma clara como eram as coisas após o final da guerra.

Então, listamos alguns fatos que são precisamente históricos para você conhecer um pouco mais sobre a série de época:

5. Os chapéus

Os icônicos chapéus são baseados diretamente no Peaky Blinders original. Os chapéus pontiagudos são mais que um visual legal, eles eram quase um uniforme do grupo e ajudou a originar o nome da gangue. Você pode perceber que todos usam o chapéu como uma assinatura, o que inclusive ajudou a aumentar as vendas de modelos de chapéu como esses, pois os fãs adoraram o adorno.

4. A cultura do pós-guerra

Peaky Blinders se passa exatamente após o fim da Primeira Guerra Mundial, e consegue capturar muito bem a sensação desse perdido conturbado, marcado por atividades ilícitas e um estilo de vida mais selvagem. A guerra que terminou com a derrota da Alemanha chegou ao fim em 1918 com mais de 20 milhões de mortos e outros 20 milhões de feridos.

3. O medo do comunismo

Outro grande movimento político se desenvolvia durante a série e na vida real, e era a Revolução Comunista na Rússia. O medo do comunismo se espalhava entre toda a Europa, e a série retratou muito bem esse nível de desconfiança e ódio que muitos tinham em relação ao movimento.

A Revolução Comunista se deu em meados de 1917 e era liderada por Vladimir Lênin, que junto a seus aliados, cansados de opressão ao proletariado, criaram o movimento a fim de tornar o país mais justo.  Isso deu origem à União Soviética, o primeiro país socialista do mundo, que durou até 1991.

2. As corridas de cavalos

As corridas de cavalos eram muito representativas para este período da história, pois eram amplamente proibidas. Porém, os Peaky Blinders se aproveitavam de o fato das apostas juntarem uma grande quantia em dinheiro para trazer grandes lucros para a gangue, o que era feito pela maioria delas.

O esporte se originalizou em 1689 quando alguns britânicos resolveram importar alguns cavalos do Oriente Médio e da África, se tornando um dos esportes mais tradicionais da região, levando a classe mais favorecida da população a apostar alto em seus cavalos e tornando tanto a prática quanto a admiração voltadas para um grupo muito seleto de pessoas com grande poder aquisitivo.

1. Oswald Mosley

Um dos personagens mais malignos e temidos da história, Mosley aparece nas duas últimas temporadas representado por Sam Claflin (Simplesmente Acontece). A figura significativa na história britânica foi retratada de forma muito similar ao real, com base nos registros históricos da época.

Oswald Mosley foi um dos líderes da extrema-direita fascista da Inglaterra e um ativista contra a participação britânica na 2ª Guerra Mundial. A Inglaterra lutava contra o crescimento da Alemanha nazista e sabia da relação de Mosley com o então ditador da Alemanha, Adolf Hitler.

A influência de Mosley na política britânica e seu tipo de fascismo acabou caindo em desuso a medida que a Grã-Bretanha se aliou com as potências do Eixo após 1936.

Compartilhe nas Redes!

Chaprié Premium

Nossa revista digital com conteúdo exclusivo e edições temáticas, pensada especialmente para você e o universo digital. Você não precisa sair do site ou baixar qualquer app, é só fazer login deslumbrar-se de todo conteúdo feito com exclusividade!

Seja único. Seja Exclusivo. Seja Chaprié.

Exclusividade e luxo na Chaprié Premium

Outras matérias!