Justin Bieber é proibido pela Ferrari de comprar e dirigir seus carros

Justin Bieber entra em uma lista de pessoas proibidas a comprar e dirigir os carros da marca.

Justin Bieber entra em uma lista de pessoas proibidas a comprar e dirigir os carros da marca.

A acreditar em uma reportagem publicada pelo jornal italiano Il Giornale, a sensação pop Justin Bieber foi colocada na lista de proibições pela Ferrari de comprar ou dirigir seus veículos. Alegadamente, a icônica marca italiana estava farta do mau comportamento de Bieber com seus carros, que violava as regras de propriedade da Ferrari, levando o cantor canadense a ser banido.

A fabricante italiana de carros de luxo espera que seus compradores sigam certas regras e, se não o fizerem, os proprietários de carros serão proibidos de fazer compras futuras. Caso você esteja tentando imaginar que parte da longa lista de desastres de relações-públicas de Bieber incomodou tanto a Ferrari a ponto de dar um passo tão drástico, o que ele fez foi perder temporariamente sua Ferrari 458 Italia por algumas semanas!

O incidente aconteceu com Bieber em 2015, quando ele havia esquecido completamente onde havia estacionado sua Ferrari azul neon depois de uma noite de festa em Beverly Hills. Segundo relatos, a estrela pop não foi buscar sua Ferrari personalizada por várias semanas, o que nos leva a outra razão pela qual a Ferrari ficou irritada com Bieber. A marca italiana acredita firmemente que os supercarros que saem de suas fábricas são obras de arte que não devem ser alteradas de forma alguma.

A maneira mais fácil de irritar a Ferrari é modificar ou personalizar seus carros sem consentimento. Bieber não prestou atenção a isso e conseguiu sua Ferrari 458 Italia F1 Edition 2011 personalizada por ninguém menos que West Coast Customs, que incluía pára-lamas alargados, um envoltório azul neon, aros de reposição e muito mais. Isso é uma bandeira vermelha imediata para a Ferrari, pois a marca trata isso como sacrilégio.

Para piorar as coisas, Bieber quebrou outra regra muito importante de propriedade da Ferrari ao leiloar seu 458, novamente sem o consentimento da montadora, que provou ser o último prego no caixão. Se você está se perguntando como todas essas coisas podem ser consideradas ofensas graves para serem colocadas na lista de proibições, você vê que a Ferrari leva muito a sério sua imagem pública e valor de marca; provavelmente, mais a sério do que qualquer outro negócio ao redor do mundo. A marca realmente faz seus proprietários assinarem contratos antes de vender carros, o que inclui a adesão às regras e diretrizes de propriedade da Ferrari. Por exemplo, há uma cláusula no contrato que impede os proprietários de revender seu carro no primeiro ano. Além disso, a Ferrari também fez seus compradores nos EUA assinarem um acordo afirmando que a montadora tem o direito de comprar o veículo de volta.

Justin Bieber não é a primeira celebridade a ser punida pela Ferrari por violar suas regras. O colega artista musical canadense Joel Thomas Zimmerman, conhecido profissionalmente como Deadmau5, ficou famoso por se envolver em uma briga feia com a Ferrari em 2014, depois de cobrir sua Ferrari 458 com um envoltório inspirado no gato Nyan e batizá-la de Purrari.

Compartilhe nas Redes!

Chaprié Premium

Nossa revista digital com conteúdo exclusivo e edições temáticas, pensada especialmente para você e o universo digital. Você não precisa sair do site ou baixar qualquer app, é só fazer login deslumbrar-se de todo conteúdo feito com exclusividade!

Seja único. Seja Exclusivo. Seja Chaprié.

Exclusividade e luxo na Chaprié Premium

Outras matérias!