Grandes nomes da moda internacional assinam manifesto pelo fim dos ataques contra a Ucrânia

Balenciaga apagou todos os posts de sua conta no Instagram enquanto Balmain e Dior levaram armaduras às passarelas de Paris

Enquanto a semana de moda de Paris anuncia o que está por vir nas próximas coleções das grifes mais importantes do mundo, algumas marcas e nomes da indústria fashion resolveram aderir de modo eloquente às manifestações contra os ataques da Rússia na Ucrânia. Um grupo de estilistas, fotógrafos e editores de revistas lançou um abaixo-assinado juntamente a um manifesto contra a guerra. Nomes como o fotógrafo britânico Nick Knight, a designer italiana Angela Missoni e o estilista britânico Christopher Kane encabeçam a lista assinada, até o momento, por mais de 1.500 apoiadores. 

“Como designers, estilistas, fotógrafos, professores, estudantes, pesquisadores, modelos, artistas, designers gráficos, diretores criativos, agentes, escritores e editores, lutamos continuamente por um mundo onde a expressão criativa, o intercâmbio cultural e a colaboração possam florescer. A violência da invasão na Ucrânia vai contra tudo o que defendemos. Esta guerra não traz nada além de destruição, sofrimento e tristeza”, diz o texto, cuja íntegra pode ser lida ao fim da matéria.

Nas passarelas da semana de moda de Paris, não se sabe por zeitgeist ou marketing, marcas como Dior e Balmain trouxeram peças que se assemelham a armaduras em seus desfiles.

Balenciaga apaga posts

Habituada a apagar os posts de suas redes antes do lançamento de cada coleção, a Balenciaga esvaziou todo o seu feed e deixou apenas uma bandeira da Ucrânia por lá. A marca também passou a compartilhar apenas informações sobre o conflito em seus Stories.

“Defendemos a paz e fizemos doações ao Programa Mundial de Alimentos  (WFP, na sigla em inglês) para apoiar a primeira ajuda humanitária para refugiados ucranianos. Abriremos nossas plataformas nos próximos dias para relatar e transmitir as informações sobre a situação na Ucrânia”, informa a legenda da imagem aos quase 13 milhões de seguidores do perfil. A marca também compartilha, em sua bio, um link pelo qual os seguidores podem ajudar com doações.

A semana de moda de Milão, que terminou na última segunda-feira, também foi marcada por manifestações do tipo. Modelos e  estilistas fizeram manifestações nas entradas dos desfiles pedindo o fim dos ataques. Várias pessoas que participaram do evento chegaram aos locais dos desfiles munidos de placas em apoio à Ucrânia.

Lei o manifesto em defesa da Ucrânia assinado por representantes da moda:

“Pedimos às empresas de moda e seus líderes que se unam à Ucrânia e condenem veementemente a invasão da Rússia.

Como designers, estilistas, fotógrafos, professores, estudantes, pesquisadores, modelos, artistas, designers gráficos, diretores criativos, agentes, escritores e editores, lutamos continuamente por um mundo onde a expressão criativa, o intercâmbio cultural e a colaboração possam florescer. A violência da invasão na Ucrânia vai contra tudo o que defendemos. Esta guerra não traz nada além de destruição, sofrimento e tristeza.

A moda tem poder. A moda é uma indústria de trilhões de dólares, com gigantesca influência cultural, econômica e até política. Em tempos de crise, é fácil descartar esse poder, chamá-lo de supérfluo, frívolo, surdo, hipócrita ou não-essencial. Mas nossas cadeias de suprimentos conectam países em todo o mundo, nossa mídia alcança massas de seguidores em todos os lugares, nossa linguagem compartilhada de criatividade é universal. Somos uma indústria repleta de talentos, habilidades, redes e conexões. Essas ferramentas sempre podem melhorar a vida das pessoas ao nosso redor – seja em larga escala ou íntima. Onde quer que você esteja hoje, não vire as costas, não feche os olhos.

Exigimos que nossos governos continuem aplicando fortes sanções e contribuam para que a liberdade, a democracia e a soberania possam ser asseguradas na Ucrânia.

Também pedimos à comunidade da moda e às casas de moda influentes, em particular, que não fiquem em silêncio, usem suas plataformas e ofereçam ajuda prática.”

Outras Matérias

Olivia Cooke, Alicent Hightower em House of the Dragon faz campanha publicitária para Savage X Fenty

Olivia Cooke, que interpreta a versão adulta de Alicent Hightower em House of the Dragon apareceu de forma surpreendente em uma campanha para Savage X...

Primavera-Verão 2023 da Balenciaga, confira data e hora do desfile + convite inesperado!

Neste domingo, 02/10, tão importante para o Brasil (vote, e vote pela democracia!), você tem mais motivos pra madrugar: tem desfile de primavera-verão 2023 da Balenciaga, a partir das 06h30 (horário de Brasília).E...

Jeffrey Dahmer – Relatos dos únicos sobreviventes

A mais recente série da Netflix e Ryan Murphy, Dahmer: Um Canibal Americano, dramatiza o terrível caso da vida real do serial killer Jeffrey Dahmer e o que aconteceu com...

Saint Laurent | Primavera/Verão 2023

Minimalismo poderoso. E com emoção. Apresentando: Chaprié Runway “Para mim, o corpo diz o que as palavras não podem”, disse certa vez Martha Graham, a reverenciada...

Kanye West e Bruna Marquezine participaram do desfile Primavera/Verão Saint Laurent 2023

O rapper Kanye West chamou a atenção dos brasileiros ao compartilhar fotos da atriz Bruna Marquezine nesta quarta-feira, 28. Os registros, publicados nos stories do Instagram, mostravam Bruna durante o desfile...

Madonna: Blame It on Rio – For W Magazine 2009

Vestido preto de algodão e elastano de Victoria Beckham /Camisa preta de algodão de Pedro LourenCo Confira mais:

Premium

A assinatura da Chaprié Premium garante-lhe acesso ilimitado a todos os conteúdos da revista. Além disso, pode ainda ler sem limites em todos os seus dispositivos e estar 100% livre de propagandas.

Newsletter

Recentes