Apresentamos a Balestra HORI-ZONE

E a criação destas armas, Balestras são completamente envoltas em tecnologia, do simples ao mais extraordinário. E é neste momento quem que a Chaprié apresenta a Balestra HORI-ZONE. [Conteúdo Patrocinado]

Muito antes de os avanços na tecnologia tornarem os robôs possíveis, os gregos antigos exploraram a ideia de criar vida artificial em uma série de mitos vívidos sobre andróides e estátuas animadas. Já em Homero e Hesíodo (750-650 aC), os gregos estavam imaginando servos robóticos, réplicas de humanos e animais semelhantes à vida, até mesmo versões de inteligência artificial (IA). Além disso, os mitos revelam que, mais de 2.500 anos atrás, as pessoas já estavam lutando com questões éticas sobre IA e robótica que permanecem sem solução.

A guerra também foi celebrada por romancistas como Thomas Mann e poetas e artistas que vão de Rupert Brooke e Edward Elgar a Laurence Olivier e Noel Coward. Será que tais higienizações da guerra a tornam mais provável? Apontando para os riscos futuros da guerra no espaço, no ciberespaço e por robôs, MacMillan conclui que, ao entender a guerra, entenderemos melhor nossa própria capacidade humana para crueldade e bondade, um otimismo de historiador que é difícil não compartilhar.

A BESTA: A ARMA PROIBÍDA

A origem do nome Besta vem do ato pontifício de Inocêncio III, que proibiu utilizar esta arma contra outro cristão, embora fosse permitido usá-la contra os “infiéis”. Ricardo Coração de Leão ignorou a proibição e dotou os seus exércitos de infantaria com bestas. Por ironia do destino Ricardo Coração de Leão morreu em 1199, devido a um ferimento no braço direito, causado justamente por uma flecha de uma besta.

Besta, balestra ou Crossbow:

Todas as denominações citadas acima se referem a uma mesma arma: as bestas. Acredita-se que a besta foi criada antes da era cristã pelos chineses.  Leonardo da Vinci chegou até mesmo a desenhá-la, porém não a fabricou. A história da origem desta arma é controversa e de difícil conclusão já que muitos povos a utilizaram em diferentes momentos da história.

As bestas perderam seu espaço nos campos de batalha quando armas de fogo se tornaram disponíveis. Entretanto, elas continuaram sendo utilizadas por caçadores na Europa, entre os séculos XV e XVI, e ainda hoje, caçadores e praticantes de tiro ao alvo as usam.

Nos dias de hoje as bestas podem ser consideradas mais sofisticadas do que as primeiras versões. Elas normalmente são feitas de metais extremamente fortes e leves, além de poderem acoplar miras, coronhas ajustáveis e outros aparatos. Em nosso post falaremos de dois tipos de bestas: as recurvas e as compostas.

A tecnologia

Hoje a criação destas armas, Balestras são completamente envoltas em tecnologia, do simples ao mais extraordinário. E é neste momento quem que a Chaprié apresenta a Balestra HORI-ZONE.

© Direitos autorais das imagens reservados a Chaprié (Imagens reais do produto)

Finalmente disponibilizamos a Balestra apresentada para venda!

Detalhes

Balestra HORI-ZONE
185 libras.
Aljava original.
Cinco flechas.
Corda auxiliadora para armar.
Trava de segurança automática.
Coronha ambidestra com regulagem de comprimento.

Este produto extraordinário está custando de R$1.850,00 por apenas R$1.528,00 podendo-se ser negociado.

Equipamento importado, luneta 4×32,com mil dot (escala para disparos a longa distância)aljava para flechas, trava de segurança automática, engatilhador, coronha ambidestra com regulagem de comprimento. Usada apenas 2 vezes, não possui riscos ou sinais de uso.

Compartilhe nas Redes!

Outras matérias!

Chaprié Collection

Críticas poderosas, cinema, documentários exclusivos & moda. Artigos com a melhor qualidade e melhores recomendações. Assinatura de luxo Chaprié Collection. Tenha acesso a matérias e coleções únicas. Peças escolhidas a dedo pelos melhores profissionais.

Exclusividade e luxo na Chaprié Collection