Anitta fala de sucesso, política e Bolsonaro em entrevista a revista americana: ‘Ele me odeia’

A revista americana Interview escalou o colombiano J.Balvin, parceiro de Anitta no hit “Downtown”, para uma longa entrevista com a cantora (leia a íntegra em inglês), em que falam sobre o sucesso, os planos para o futuro e de política.

No papo, publicado com o título “Anitta para presidente”, a girl from Rio diz que tem estudado para ir além da música e usado sua voz para fazer mudanças no mundo. “Sou uma pessoa muito política e uso essa personagem e essa indústria para fazer as mudanças que quero ver no mundo”, conta.

A carioca ressalta que, com a fama, a chance de se deslumbrar e perder a sua essência cresce. “Para mim, nunca foi sobre ficar famoso e rico. Tratava-se de mudar a vida do meu povo, a vida do meu país. Então, se vou ao Met Gala, Coachella ou VMAs, não é porque quero me exibir. É porque eu quero que meu país acredite que eles podem ir a lugares onde nunca estiveram.”

Balvin a exalta como figura representante do Brasil. “Você é o seu país vivo. Você está dando às pessoas inspiração para serem o que quiserem ser. O povo do Brasil quer que você seja o presidente!”, empolga-se.

“Eu chamo ele de Valdemort”

Anitta declara que apesar de querer que o Brasil mude e de não ter medo de lutar por isso, nem pensa em concorrer à Presidência. Primeiro, por ter apenas 29 anos (para concorrer à presidência é preciso ter no mínimo 35 anos), e depois porque quer contribuir para levantar pautas importantes e urgentes agora.

“Eu me meti em um pequeno problema, mas me preocupo em proteger o meio ambiente, os povos indígenas e a sociedade. Minha família vai me dizer: ‘Você tem que desacelerar’. E eu fico tipo, ‘Não! Os indígenas estão morrendo. A floresta está sendo morta. Precisamos fazer algo. Eu tenho a voz.”

O colombiano então pergunta à Anitta se o presidente Bolsonaro não gosta dela. “Ele me odeia!”, responde ela. “Ele já disse isso em alto e bom som. Mas eu entendo agora que a estratégia dele é usar meu nome para criar buzz online e não vou deixar fazer isso. Então, tenho evitado falar o nome dele. Eu chamo ele de Valdemort”, completa ela, citando o bruxo inimigo do Harry Potter.

Marcelo Pinheiro
Marcelo Pinheiro
Escritor; entretenimento, moda, tecnologia e crítica. Redator e fundador da Revista Chaprié

Outras Matérias

Caminhão abandonado com corpos de 51 pessoas mortas é encontrado.

Quando a emergência foi chamada, 46 vítimas foram declaradas mortas no local, enquanto outras 16 foram encaminhadas ao hospital.

Billie Eilish critica repercussão do caso Johnny Depp vs Amber Heard

Após apresentar uma música com referência ao caso Johnny Depp vs Amber Heard, Billie Eilish voltou a falar sobre o julgamento mais falado dos últimos...

Tesla demite funcionários que começaram há pouco tempo e retira ofertas de emprego

Funcionários relatam ter sido demitidos depois de semanas de trabalho, e sem terem passado por nenhuma avaliação de desempenho; contratações que já estavam certas foram...

Beyoncé, o que esperar do novo álbum Renaissance

Queen B lançou o primeiro single Break My Soul mas o próximo álbum promete grandes surpresas Queen B está prestes a retornar: depois de ter apagado todas as...

George R.R. Martin confirma série de Jon Snow e revela título

O autor George R.R. Martin confirmou que de fato existe uma série spin-off de Jon Snow em desenvolvimento, e revelou o título da produção. Martin comentou sobre a nova série...

Fãs exigem pedido de desculpas da Disney após Johnny Depp aparecer em atração

Após o uso de imagens de Johnny Depp como Jack Sparrow em uma atração dos parques da Disney, fãs do ator estão exigindo um pedido...

Exclusivo

Premium

A assinatura da Chaprié Premium garante-lhe acesso ilimitado a todos os conteúdos da revista. Além disso, pode ainda ler sem limites em todos os seus dispositivos e estar 100% livre de propagandas.

Newsletter

Recentes